segunda-feira, 2 de abril de 2012

VERTIGINOSO

Porque escrever sobre o amor?
Melhor é vivê-lo!
Não se desencante!
Cante pra dor virar um rio
Onde o nosso amor possa desaguar.
Somos seres frágeis, nus em pelo!
Me envolvo em véus pra não morrer de frio!
A estrada não tem atalho
É preciso aprender a trilhar
Não há caminho seguro...
Pelo sentimento me guio
Seguro de galho em galho
E me perco pra te encontrar.

Nathalia Leão Garcia 



Rio, 14-03-2012



CONFISSÕES DE UMA REJUVENESCENTE

Na eminência dos 50 anos revigorada Ainda tento colher minhas memórias reticentes A desorganização do meu ser em desalinho esparramad...