quarta-feira, 23 de maio de 2012

REINVENÇÃO



Reinventar-se.
Jogar fora o que não serve.
Libertar-se do desnecessário.
Soltar o que já não é nosso.
Não há lugar para o apego.
Repovoar os destinos entulhados de lixo.
Somos responsáveis pela faxina.
O encontro com o silêncio nos faz pensar.
Temos que enfrentar os medos
É assustador,
Por isso cultuamos os ruídos
Que mantém as máscaras.

Nathalia Leão Garcia

Rio , 23 de maio de 2012 




CONFISSÕES DE UMA REJUVENESCENTE

Na eminência dos 50 anos revigorada Ainda tento colher minhas memórias reticentes A desorganização do meu ser em desalinho esparramad...