quarta-feira, 6 de junho de 2012

AMOR IMPERFEITO


Amores imperfeitos
Todos são.
Menos os intocados
Os que não se realizarão.
Habitam peitos calados
Subvertem a urgência da paixão.
Evitam viver machucados.
Sobrevivem aos sussurros
Não se expõe aos conceitos
Se escondem da submissão.

Nathalia Leão Garcia

Rio, 06 de junho de 2012.




O SUJEITO NA PÓS MODERNIDADE: A INSUSTENTÁVEL FLUIDEZ

                                                                                                        O SUJEITO NA PÓS MODERNIDADE:...