quinta-feira, 21 de junho de 2012

DESACORDAR


Somos românticos incorrigíveis
O coração teima e se embrenha de novo
Brinca de esconde- esconde da gente,
Mostra-se acanhado em sonhos impossíveis
O sentimento não cumpre acordos
Derruba os tabus, encara a barreira.
Às vezes volta atrás e depois vai em frente,
Desmente a razão, capricha e titubeia.
Ah coração vagabundo!
Sofre, se rasga,  mas não renega o que sente
Diante da "gritaria surda do mundo."

Rio, 21 de junho de 2012.
Nathalia Leão Garcia 



REFLEXÕES SOBRE A VIOLÊNCIA

Escrevo agora pela necessidade de me pronunciar sobre os acontecimentos atordoantes que se desenrolaram nas dependências de nosso Colégio ...