sexta-feira, 15 de junho de 2012

HUMANOS HERÓIS


Sós com a bravura e a loucura.
Solidão é uma canção
A alma reflete o sol que desejamos
Vamos dinamitar o prédio
Que nos encarcera e isola.
Loucos somos e ousamos.
Ouçamos a voz do coração
Que grita e se eleva na rotina
Vislumbramos uma ponte de união
Com outros seres que buscam afeto
Queremos ser amados e amamos
Guardamos a fome do exílio
O olhar traz o brilho estampado na retina
Sonhamos com a poesia que nos salvará do tédio.
O amor é a promessa de volta ao idílio.

Rio, 15 de junho de 2012.
Nathalia Leão Garcia




CONFISSÕES DE UMA REJUVENESCENTE

Na eminência dos 50 anos revigorada Ainda tento colher minhas memórias reticentes A desorganização do meu ser em desalinho esparramad...