domingo, 26 de agosto de 2012

PACTO



As expectativas destroem as rimas. 
As cobranças corroem os risos.
Os compromissos extraviam os sonhos.
Os roteiros subtraem o espontâneo.
As invenções inventam solidões.
As ilusões cobram decisões.
Em que ponto do caminho nos perdemos?
Será que podemos corrigir o rumo?
Proponho um brinde ao amor que temos. 
Podemos sobreviver aos desenganos.
Reescrever a história com tintas mais finas.
Escancarar as janelas para o infinito.
Decretar a vitória da paz.
Entoando belas canções. 
Ecoando pelos quatro cantos.


Nathalia Leão Garcia
Rio, 26 de agosto de 2012.



REFLEXÕES SOBRE A VIOLÊNCIA

Escrevo agora pela necessidade de me pronunciar sobre os acontecimentos atordoantes que se desenrolaram nas dependências de nosso Colégio ...