domingo, 26 de agosto de 2012

PACTO



As expectativas destroem as rimas. 
As cobranças corroem os risos.
Os compromissos extraviam os sonhos.
Os roteiros subtraem o espontâneo.
As invenções inventam solidões.
As ilusões cobram decisões.
Em que ponto do caminho nos perdemos?
Será que podemos corrigir o rumo?
Proponho um brinde ao amor que temos. 
Podemos sobreviver aos desenganos.
Reescrever a história com tintas mais finas.
Escancarar as janelas para o infinito.
Decretar a vitória da paz.
Entoando belas canções. 
Ecoando pelos quatro cantos.


Nathalia Leão Garcia
Rio, 26 de agosto de 2012.



CONFISSÕES DE UMA REJUVENESCENTE

Na eminência dos 50 anos revigorada Ainda tento colher minhas memórias reticentes A desorganização do meu ser em desalinho esparramad...