quinta-feira, 31 de outubro de 2013

ARTIFÍCIOS ANTINATURAIS


O amor é feito de pequenos gestos.

Palavras ocas não traduzem afeto.

Declarações vazias e sem valor.

Na falta da emoção verdadeira,

Cria-se uma relação virtual.

Quando as aparências disfarçam

A incapacidade de sentir na real,

Mentiras e tons de cinza se entrelaçam.

O banquete serve aos falsos e descarados.

Aceita-se migalhas à prestação.

O importante é aparecer bem na foto.

São tempos de engôdos deslavados.

As farsas são a dura ilusão.

Que se carrega pra casa por pura solidão.

Toma-se mais um trago amargo de fel.

Pra engolir o copo de cólera.

E fingir que a dor tem sabor de mel.



Nathalia Leão Garcia

Rio, 1º de novembro de 2013.


CONFISSÕES DE UMA REJUVENESCENTE

Na eminência dos 50 anos revigorada Ainda tento colher minhas memórias reticentes A desorganização do meu ser em desalinho esparramad...