quarta-feira, 10 de agosto de 2016

A FOME NOS OLHOS DO TIGRE

Cara como é difícil agradar! Tudo vira polêmica!  

Acompanhando as Olimpíadas Rio2016 que adoro, vi as reportagens sobre a Rafaela Silva judoca – Ouro Olímpico, já a acompanho e “tieto” desde 2012, me identifico muito com ela! Ela é carioca, vinda da comunidade Cidade de Deus e desde pequena é “casca grossa” reagindo aos tapas “ para se defender”. Tive uma infância e adolescência assim, nunca fui a “fofa”.  Minha mãe criou duas meninas para a briga, sempre me incentivava a encarar qualquer um maior, mais velho, menino, menina, sem medo e pronta para brigar!  Briguenta e questionadora, sempre adorei uma discussão e para me defender partia para cima! Isso me rendeu uma fama de “difícil”, os garotos tinham medo de mim, não era a popular, mas era respeitada, brigava com todo mundo que se punha no meu caminho.  Já na Escola Fundamental com 6 anos na Alfabetização já era uma lenda porque a magrelinha, tímida e pequenininha se meteu numa briga com um menino e duas meninas maiores por causa dos seus direitos! O garoto da minha turma achava que era “meu dono” porque era um amigo e eventualmente me dava presentes como borrachas, biscoitos ou desenhos e no dia em que aceitei um ratinho de isopor de outro colega o moleque achou desaforo e convocou um bando para me bater! Quando minha mãe chegou na escola estava encarrando a última das bandidas mirins da antiga 4ª. Série enorme! Minha mãe reclamou com a inspetora que respondeu: " - Eu não apartei porque a Nathalia está ganhando! Já derrubou um menino e outra menina maior! " Era feminista como a mamãe e defensora dos fracos e oprimidos!

Teve também a líder da turma facha marrom do Judô na antiga 5ª. Série que pus para fora da Escola Roma “na porrada” e na moral, porque jamais aceitei ser dominada! Brigávamos desde a antiga 3ª. Série no Catecismo e ela intimidava geral porque era lutadora de judô e mandona! Num dos embates, ela foi expulsa da Escola Roma porque jogou uma mesa em cima de mim, eu abaixei mas acabou atingindo uma garota da turma que era diabética e fez uma ferida enorme com sangue esguichando para todo o lado!

Levei esta filosofia para minha vida! Aprendi a canalizar a agressividade para lutar pelo que quero e pelo meu espaço!

Aprendi a respirar para não reagir violentamente, mas ainda não engulo desaforos! Fico rouca quando não consigo falar o que queria! A energia paralisa na garganta! Estou rouca há duas semanas porque engasguei com situações surreais que tive que encarar! Beleza! Estou em recesso nas aulas e a voz não está sendo tão exigida. Eu solto a voz cantando para os males espantar! Grito e torço nos jogos que acompanho ao vivo ou pela TV! A música e o esporte me salvam da loucura!


E vamos lá! Um leão por dia para matar! Sou aquariana e não desisto nunca de uma briga! 



                                      Eye of the tiger 

CONFISSÕES DE UMA REJUVENESCENTE

Na eminência dos 50 anos revigorada Ainda tento colher minhas memórias reticentes A desorganização do meu ser em desalinho esparramad...