quarta-feira, 11 de julho de 2012

DOCE REBELIÃO


Sua poesia arrebata,
Exorta-nos a anarquia,
Expulsa os demônios e os medos!
Obedeça a ordem dos dedos:
Solte as palavras,
Que em procissão
Ganham as ruas
Reinam nos altares
E enfim
Conquistam a liberdade!

Rio, 11 de julho de 2012.

Nathalia Leão Garcia


O SUJEITO NA PÓS MODERNIDADE: A INSUSTENTÁVEL FLUIDEZ

                                                                                                        O SUJEITO NA PÓS MODERNIDADE:...