terça-feira, 24 de abril de 2012

ENFRENTE E VERSO


Tudo tem frente e verso.
Mesmo o perverso traz em si o solidário!
O reprimido se faz indomável. 
O insano carrega o lúcido.
Da loucura irrefreável se chega à cura.
Pela procura se chega ao fim. 
Um lado contempla o outro.
Metade de mim é vulcão
E a outra metade é doce canção.
Eu me perdi pra me achar!
Olhar agradecido pela mesma febre partilhar!

Nathalia Leão Garcia
Rio, 19 de abril de 2012



CONFISSÕES DE UMA REJUVENESCENTE

Na eminência dos 50 anos revigorada Ainda tento colher minhas memórias reticentes A desorganização do meu ser em desalinho esparramad...