segunda-feira, 14 de maio de 2012

PARA QUE O VENTO LEVE


O amor em forma de poesia,
Colore o cotidiano e o instiga
Insinuando sons e tons
Invertendo a polaridade dos sentimentos
Promovendo a paz desfazendo a briga
Libertando de antigos lamentos
Lançando o espírito às montanhas mais altas
Avistamos paisagens exóticas 
Passeamos por lugares nunca antes visitados.
Toda essa dialética nos descortina 
Possibilidades de ver a vida sob novos ângulos
Nos fazemos mais ricos e generosos
Capazes de olhar o outro com olhos de compaixão.
É isso o que o meu coração carrega
E que derrama sobre você. 

Nathalia Leão Garcia

Rio , 13 de maio de 2012


REFLEXÕES SOBRE A VIOLÊNCIA

Escrevo agora pela necessidade de me pronunciar sobre os acontecimentos atordoantes que se desenrolaram nas dependências de nosso Colégio ...